quinta-feira, 15 de maio de 2008

Admissão de novos elementos no Grupo Coral da Sociedade Filarmónica Progresso e Labor Samouquense

O Grupo Coral da Sociedade Filarmónica Progresso e Labor Samouquense prossegue o desenvolvimento do seu trabalho. Com a admissão de mais 2 novos elementos no naipe dos tenores no ensaio desta semana, é chegada a altura de comunicar a abertura de inscrições, as quais terão vagas limitadas como se mostra em seguida:

- Sopranos: 4 Vagas;
- Contraltos: 6 Vagas;
- Tenores: 6 Vagas;
- Baixos: 8 Vagas.

Comandadas pela Maestrina Gisela Sequeira, as audições para as vagas apresentadas decorrem até ao final do próximo mês de Junho todas as quartas-feiras a partir das 21 Horas na nova sede da Sociedade Filarmónica Progresso e Labor Samouquense.

O seu problema é não saber qual o seu naipe? Apareça na Sociedade Samouquense: teremos todo o prazer em descobrir consigo qual o lugar a ocupar nesta formação.

Para consultar qualquer uma das 32 notícias que possuímos online sobre o nosso Grupo Coral, poderá consultar na coluna à esquerda o item etiquetas e clicar onde diz Grupo Coral: na coluna central aparecerão todas as notícias referentes a esta formação. A respeito de actuações, em breve divulgaremos todos os pormenores acerca da agenda do Grupo Coral para o próximo mês de Julho: Vai ver que vai valer a pena ficar em sintonia com este espaço.

2 comentários:

Dário Moura disse...

É com grande orgulho que sou coralista do Coro da S.F.P.L.S.. Ingressei neste grande projecto em Outubro de 2007, já este ia avançando a passos largos para a data da sua estreia oficial; após mais de um ano de árduo trabalho de todos os coralistas; a 9 de Dezembro de 2007.
Filiei-me neste projecto devido a várias componentes, das quais, o facto de ser um amante dos vários géneros musicais e por a música sempre ter despertado em mim amplo interesse, aliado à sempre boa disposição e grande receptividade de todos os membros que já no coro labutavam à vários meses, e ainda pelo facto de me poder associar a um fantástico projecto desta nossa (sócios) grande casa que é a S.F.P.L.S..
A minha incorporação foi-se fazendo aos poucos e poucos, aprendendo e apreendendo cada vez mais sobre tudo, pois o meu conhecimento musical era praticamente nulo.
À altura confesso que achei que seria um grande contraste a minha entrada no coro em relação ás idades dos membros já existentes, julgando tratar-se de um projecto talvez mais enfadonho.
Tais receios mostraram-se completamente infundados, e encontrei no Coro, dirigido por uma Maestrina fantástica e exemplarmente exigente, uma grande família de pessoas unidas em prol de um bem maior, representar a Sociedade e o Samouco, difundir a música e ainda promover a todos os seus membros horas de alegria e distracção por participarem em algo que nos regozija.
Estou talvez a ser extenso demais com as minhas palavras, mas nuca serão demais para passar o meu testemunho pessoal a todos os que se dedicam a esta casa. Quero apenas referir que actualmente existem já vários membros de idades inferiores a vinte anos, indo a amplitude de idades neste momento dos 14 aos 72 anos. Recomendo ainda a todos os amantes de música e que tenham "bom ouvido", como a nossa querida Maestrina Gisela nos diz que temos que ter, a tentarem ingressar neste projecto, tendo apenas de dispor de pouco tempo semanal, ás 3ª e 4ª-feiras à noite, das 21 às 23 horas.

Anónimo disse...

Ora, na qualidade de uma das mais recentes coralistas do Grupo Coral da S.F.P.L.S. devo dizer que jamais esquecerei o nervoso miudinho que senti, ao realizar a minha audição no dia 30 de Abril de 2008, e devo dizer que valeu a pena ter saido " de fininho" da festa de aniversário de uma amiga para prestar provas.
Foi uma enorme alegria ter descoberto em mim mesma capacidades que nem eu própria conhecia, pois a minha experiencia de canto resumia-se a actuação em Karaoke, entre amigos.
É fascinante aprender cada dia um pouco mais sobre a arte de cantar, e ir desenvolvendo as nossas capacidades, e é também uma belissima oportunidade para um convívio salutar com os restantes Coralistas e com a Maestrina Gisela Sequeira, e ainda com diversos outros sócios e dirigentes da S.F.P.L.S.
Acho que se cada um de nós der nem que seja um pouquinho de si, podemos reavivar e desenvolver a cultura local, as tradições da nossa terra, que sempre se pautou pelo bairrismo que se vem perdendo nos últimos anos, e que é bom ver renascer graças ao esforço e dedicação de todos quantos trabalham arduamente para a gestão e organização de diversas actividades da S.F.P.L.S.
É bom recordar as marchas populares, os bailes de Carnaval, os teatros de revista que animavam o Samouco e tantos forasteiros aqui atraiam, como podemos ver pelo trabalho de recolha de elementos fotográficos expostos neste blog, também ele um dos melhores projectos multimédia com os quais já me deparei.
Quanto à autora destas linhas, descobriu mais uma paixão, a par do Jornalismo e da escrita em geral, agora também o ingresso no Grupo Coral.
Bem hajam todos os Colegas, professores e todos aqueles que contribuem para que seja possível levar a cabo estas actividades.
Seria interessante reactivar a actividade de teatro amador, desde já manifesto a minha disponibilidade para colaborar não apenas em representação mas também em figurinos, aqui deixo o desafio...

Isabel de Almeida ( Xana)

Sociedade Filarmónica Progresso e Labor Samouquense
Instituição de Utilidade Pública
Sede: Rua Francisco Domingos Taneco, 2890-242 Samouco, Portugal

Optimizado para resolução 1024x768 em ambiente Mozilla Firefox v3.0.11
© 2007-2010 Todos os Direitos Reservados.